Diante de todo o conhecimento que adquirimos com o tempo e experiência no mercado cervejeiro, a TECDEN investiu, se equipou e montou um laboratório microbiológico de alta tecnologia para ajudar o cervejeiro na área microbiológica e prestar diversos serviços aos interessados na área.

Seguimos estritamente metodologias como EBC, Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater e Acreditação para Laboratórios de Microbiologia – ANVISA e com o sistema da qualidade que a TECDEN sempre preza. Prestamos serviços de análises microbiológicas em amostras de cerveja em todas as etapas de processo: Chopp; água de enxague; mosto; fermento e águas. E podemos fazer bateladas para encontrar algum problema de contaminação em sua fabrica.

Para amostras de águas são realizadas análise de bactérias heterotróficas, coliformes totais e fecais conforme a regulamentação da portaria 2.914 de 12 de dezembro de 2011 solicita.

 

Realizamos análises para detecção de microorganismos anaeróbios, que podem produzir alguns efeitos deteriorantes a cerveja, tais como:

  • Lactobacillus sp: Produzem ácido lático, em parte gás carbônico, turbidez, decantação, decréscimo de pH e sabor muitas vezes estranho ao produto.

  • Pediococcus damnosus: São responsáveis por cerca de 30% das contaminações na cerveja. Causa turbidez, decantação, acidificação, sintetizam principalmente diacetil e conferem à cerveja contaminada um aroma estranho.

  • Zymomonas mobilis: Produzem o H2S (gás sulfídrico), que alteram o sabor e odor quando presente na cerveja.


Também realizamos análises para detecção de microorganismos aeróbios, que podem produzir alguns efeitos deteriorantes a cerveja, tais como:

  • Acetobacter sp: Não são contaminantes da cerveja pronta e sim de bebidas não alcoólicas e garrafas vazias. Sintetizam o etanol em ácido acético.

  • Pseudomonas sp: Contaminantes da água e mosto formando “biofilmes”.